domingo, 12 de outubro de 2014

Eu até quero dizer, mas não sei o que falar



Quando tudo está difícil
Já não sei me expressar 
O doce já não é doce
E o bom passa a amargar
Pego o lápis para escrever
Eu até quero dizer
Mas não sei o que falar
Somem as palavras boas
Nem as ruins também não há
O vento que acalma o homem
Já não pode me acalmar
Tudo, eu vou escrever
Eu até quero dizer
Mas não sei o que falar
Fecho os olhos e junto as mãos
Imagino um bom lugar
Me aquece o coração
E faz o sangue pulsar
Minha vontade, meu querer
Eu até quero dizer
Mas não sei o que falar
Posso até tentar fazer
E depois tentar mostrar
E depois alguém dizer
Que isso jamais será
Não adianta eu querer
Sei que até quero dizer
Mas não sei o que falar
Então vou ficar quieto
Pois acho melhor calar
Não sei se o meu certo é certo
Ou se o seu certo é errar
Sei de mim, não de você
Posso até tentar dizer
Mas não sei o que falar

Autor: Adriano Santos

Um comentário: